Dicas para tirar de letra o ensino fundamental

O Ensino fundamental é divido em duas partes: Inicial que vai do 1º ao 5º ano, onde nessa fase ocorre a alfabetização da criança, e os anos finais que vão do 6º ao 9º ano, onde se é aprimorado essa alfabetização linguística e matemática.  Para esse período de transição, separamos algumas dicas valiosas, para te ajudar a tirar de “letra” essa fase:

  1. Preste atenção na aula: Evite sair da sala durante a explicação.
  2. Não leve suas dúvidas para a casa: Se você não entendeu algo durante a explicação, pergunte.
  3. Escolha um lugar para estudar: De preferência escolha um local silencioso, para que, dessa forma você evite distrações, tente se afastar de tudo que possa tirar seu foco nos estudos.
  4. Crie uma rotina de estudos: Uma boa dica é criar um cronograma, com datas e horários para que você se organize melhor na hora de estudar.

Com essas dicas, passar por essa fase vai ficar bem mais fácil.

https://br.freepik.com/fotos-gratis/menina-em-casa-estudando-durante-a-escola-online-com-laptop_12228840.htm?query=fundamental

Crianças Canhotas: Conheça algumas curiosidades e entenda melhor como auxiliá-las em seu desenvolvimento.

Pesquisas mostram que aproximadamente 10% da população mundial é canhota vivendo em um mundo onde a maioria das coisas são planejadas para destros. Além disso, historicamente, escrever com a mão esquerda já foi apontado como algo negativo, relacionado à criminalidade, rebeldia e, até mesmo, bruxaria. O que levou muitos pais tentaram de todas as maneiras fazerem os filhos canhotos se tornarem destros.

Neste contexto, seu filho pode fazer parte desta pequena porcentagem e encontrar alguns obstáculos para o seu desenvolvimento e aprendizagem, por isso trouxemos algumas informações importantes que vão te ajudar a entender melhor e auxiliar seu pequeno a superar qualquer barreira.

  • Nos canhotos, o hemisfério dominante do cérebro é o direito, isso faz com que eles trabalhem melhor com o lado esquerdo do seu corpo.
  • As crianças canhotas normalmente possuem uma maior capacidade criativa, pois, seu hemisfério direito (o da criatividade, inspiração e habilidade artística) é mais estimulado e ativo.
  • É muito importante que os pais tenham paciência durante a fase em que a criança canhota aprende a escrever, sendo necessária uma atenção à sua aprendizagem e desenvolvimento, porque tanto na escola como em atividades extracurriculares é muito comum que o lado direito seja mais estimulado que o esquerdo.
  • Pequenas e diárias tarefas podem se mostrar um pouco mais complicadas do que o normal, como recortar, usar o mouse, tocar instrumentos e utilizar utensílios domésticos, pois, como já citado, a maioria dos objetos são produzidos no padrão para destros.
  • No mundo ocidental, escrevemos da esquerda para a direita, o que para os canhotos significa que sua mão irá  cobrir algo recém-escrito, podendo fazer com que as palavras se transformem em borrões, para crianças que são novas ou ainda estão aprendendo essa tarefa será um pouco mais trabalhosa.
  • No momento das refeições considere trocar a faca e o garfo de lugar. Esse item é algo de preferência pessoal, já que nem todos os canhotos cortam com a mão esquerda. Por isso, pergunte ao seu filho o que é mais fácil para ele e ajude-o a segurar os talheres da maneira correta.

Dentre todas essas informações, a principal é que a criança canhota deve se sentir totalmente à vontade e confortável, nunca sendo forçada a usar a mão direita para algo que não lhe pareça natural e que seja mais difícil. Alguns estudos científicos revelam que a dislexia e a gagueira são mais frequentes em canhotos, devido ao fato das crianças terem sido forçadas a usar a mão direita. Tendo isso em mente é sua tarefa contribuir para que o seu filho se desenvolva da melhor maneira possível com o seu lado dominante.

Fontes:

https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/7-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-criancas-canhotas/

https://soumamae.com.br/10-curiosidades-as-criancas-canhotas/

https://www.quickanddirtytips.com/parenting/tweens-teens/tips-for-parents-of-left-handed-children

Por que lidar com a frustração é importante? Confira maneiras de conversar e agir com as crianças

Todos nós sabemos que errar faz parte do aprendizado, mas até que ponto ou que tipos de erros são “toleráveis”? Será que usamos o mindset de crescimento ou mindset fixo diante dessas situações? É exatamente isso que a autora Carol Dweck descreve em capítulos do seu livro Mindset: A nova psicologia do sucesso.

No livro, a autora explica como esse processo de aprendizado envolve pais e professores, e como em alguns momentos, os erros são vistos por estes, com julgamento. Entender que o erro é parte da jornada, dá à criança o entendimento de que com o esforço necessário, ela poderá aprender e aperfeiçoar tais técnicas e/ou habilidades.

Os elogios podem ser cruciais para o desenvolvimento infantil, se este não for sincero e da forma correta. Carol Dweck explica que é preciso aprender a elogiar situações como o esforço, o processo e os resultados, mas sem envolver elogios à inteligência, capacidade, etc. Por que isso?

Em Mindset, o elogio ligado a aspectos desse tipo, transmitem à criança que enquanto ela acerta, ela é inteligente, vencedora e isso a impedirá de querer novos desafios por medo de arriscar e perder tal elogio. O livro aborda muitos aspectos de comportamento de pais e filhos e é uma ótima leitura para quem deseja aprender mais sobre o desenvolvimento pessoal.

Fonte: https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/deixe-seu-filho-errar-as-falhas-fazem-parte-do-aprendizado-das-criancas-no-dia-a-dia/

https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/deixe-seu-filho-errar-as-falhas-fazem-parte-do-aprendizado-das-criancas-no-dia-a-dia/

Imagem:

https://br.freepik.com/fotos-gratis/mao-punir-desagradado-menina_2209556.htm#query=comportamento%20infantil&position=3

3 Dicas para estimular a Educação Infantil na pandemia.

A educação à distância no atual momento da pandemia ainda é um desafio para muitas famílias.
Entre 0 e 5 anos, considera-se um período muito importante para a educação infantil. No Brasil o ingresso nas escolas é obrigatório a partir dos 4 anos de idade, sendo os anos anteriores facultativos.
Ao mesmo tempo que precisamos garantir a educação nessa idade crucial na formação de nossas crianças, também precisamos adaptar o nosso ambiente dentro de casa para que isso se torne possível.
Sabendo que, cada ambiente promove suas possibilidades, reunimos aqui algumas dicas para que nossos baixinhos continuem sendo estimulados a aprender.

Conexão, para pais e educadores

  • Contando que o acesso à internet é algo possível neste ambiente, pode-se fazer uso de aulas remotas utilizando ferramentas de transmissão, ou, gravando videoaulas para serem enviadas posteriormente.
  • Utilizar de músicas educativas, imagens, fantoches e historinhas, são meios de conectar a criança ao aprendizado, além de estimular a criatividade, o que é fundamental.
  • Como educador, é muito importante compreender o ambiente da casa da criança, para que a realização das atividades seja possível. Conversar com os pais ou guardiões da criança é uma maneira de facilitar esta adaptação.

Estimular a criatividade
Como já citamos acima, o estímulo da criatividade nessa idade, fortalece muito o desempenho dos nossos baixinhos e cria uma conexão positiva com a aprendizagem. Apesar de acostumados com os recursos online, o estímulo da criatividade pode ser, também, uma ferramenta offline.

  • Contar historinhas, se possível, reunir a família numa rodinha, torna a experiência da criança mais divertida. Seu pet também pode participar, os pequenos irão amar!
  • Cantar músicas infantis que estimulam o contato com números, por exemplo.
  • Estimule a criança a desenhar, rabiscar o que ela aprendeu, ou simplesmente para se expressar.

    Estimule as perguntas!

  • Quando estimulamos que a criança faça perguntas, também estamos a ajudando a pensar de forma independente, além de transmitirmos conhecimento e estimular diálogos.

    E mais que isso, é importante lembrarmos que é importante sermos tão flexíveis quanto suas mentes, respeitando o ritmo de aprendizagem de cada um.

    Fontes:
    https://www.somoseducacao.com.br/desafios-da-educacao-infantil-em-periodo-de-pandemia/
    https://escoladainteligencia.com.br/4-ideias-para-estimular-a-criatividade-das-criancas/
    https://br.freepik.com/fotos-gratis/vista-lateral-da-menina-sorridente-durante-a-escola-online-com-tablet-e-fones-de-ouvido_12228755.htm

O ensino remoto e as experiências cotidianas: Natureza e Animais

Atualmente, no ensino remoto, a importância de estreitar relações e experiências palpáveis
ao cotidiano do aluno transformam o processo de ensino ainda mais rico.
Dessa forma, uma das dicas para pautar no ensino on-line para os alunos de ensino
fundamental são as abordagens da relação entre animais e natureza, estimulando a
consciência ambiental e o conhecimento científico.
Falar sobre animais com as crianças sempre desperta grande curiosidade. Além de serem
uma referência no cotidiano dos alunos por sua vivência, os animais permitem aprofundar
conhecimentos científicos e formas de classificação a partir de suas características, sons
que emitem, colorações diversificadas, etc.
Outro ponto positivo nesta abordagem é transpor experiências digitais em experiências mais
palpáveis para as crianças, fazendo com que elas observem mais seu entorno e seu
dia-a-dia. Desse modo, abordar temáticas como natureza e animais permite aprofundar
relações mais naturais e humanas, trabalhando a conscientização ambiental e questões
relacionadas às problemáticas do meio ambiente.
Nas aulas remotas, podem ser usados diversos recursos para dar suporte aos conteúdos
como fotos, vídeos, tour virtuais por zoológicos, e até pedir que os alunos deem uma
olhadinha no jardim ou nos vasos de planta pela casa, aproximando-os da natureza, dos
animais e de seu entorno. O importante é integrar os conhecimentos do aluno com suas
vivências cotidianas, potencializando seu processo de ensino-aprendizagem através de
experiências dinâmicas e percepções de mundo.
Camilla Zarbinati
Referência: Nova Escola

Volta às Aulas: como ajudar as crianças com as lições de casa?

 

Para as crianças, fazer a lição de casa pode soar como uma hora difícil e até desanimadora. E para isso, uma ajuda é sempre bem-vinda dos familiares para simplificar esse sentimento. Mas como ajudar e evitar o aumento do desânimo? Confira as dicas que separamos.

 

  1. Manter a calma durante o processo

 

Às vezes, ensinar a tarefa pode ser difícil, mas é importante evitar dizer frases como “Eles ensinam diferente hoje em dia” ou “Isso é muito difícil, estou ocupado agora”. Mostre à criança que existem novas formas de aprendizado e se disponha a aprenderem juntos.

 

  1. Não dê os resultados, mostre o caminho

 

Dizer a resposta do exercício não é recomendado, mas mostrar como chegar lá, é! Por isso, estimule a criatividade e faça seu filho(a) pensar sobre a questão. Você pode dar exemplos ou separar em pequenas partes o conteúdo para facilitar o raciocínio. Isso vai ajudá-lo a enfrentar os desafios, sem atalhos, em todas as fases da vida.

 

  1. Faça em um local calmo e apropriado

 

Evite lugares com muitas distrações e barulhos, é importante reservar esse tempo para a lição com o máximo de atenção. Utilize também só o material necessário para a atividade, é comum se distrair com outros livros ou lápis durante o aprendizado.

 

  1. Mostre preocupação e não punição

 

Outra dica importante para o desenvolvimento da saúde emocional e mental. Realizar as atividades não deve ser encarada como uma punição por mal desempenho. Ao invés de dizer que a criança irá tirar notas ruins caso não faça direito, entenda sua dificuldade e mostre que se importa mais com sua evolução.

 

  1. Fortaleça o diálogo

 

Ensine à criança que a conversa resolve qualquer problema. Não tem problema algum em exibir sua dificuldade diante dele e vice versa. Se ambos não chegam à uma conclusão sobre o exercício proposto, mostre que perguntar para o professor é a melhor saída. Dessa forma, a criança entenderá que todos estão ali para ajudá-la e que não há vergonha em ter dúvidas.

 

 

Fontes: https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/5-dicas-para-melhorar-o-aprendizado-do-seu-filho-durante-as-aulas-online/

https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/5-coisas-que-voce-nao-deveria-dizer-ao-seu-filho-na-hora-da-tarefa-de-casa/

 

Imagem:

https://br.freepik.com/fotos-gratis/mae-ajudando-e-apoiando-a-filha-com-o-ensino-domestico-enquanto-ela-fica-em-casa-novo-conceito-de-estilo-de-vida-normal_12682439.htm#page=1&query=homework&position=0

Metas de ano novo? Saiba como definir e praticar objetivos escolares ao longo do ano

É comum planejar novas metas nas viradas do ano, mas o desafio de seguir além do papel o que foi estipulado deixa muitas pessoas desmotivadas e/ou levando esses planos para outras viradas.

Com a nova série e conteúdos novos, é normal se sentir perdido na organização da fase atual. Se isso acontece com você, principalmente com as metas educacionais, confira algumas dicas que separamos de como planejar e executar os objetivos ao longo do ano.

A primeira delas é simples: coloque todas as metas de forma detalhada em uma folha de papel ou no arquivo que preferir. Mas, lembre-se, que essas anotações devem ser visíveis no dia a dia para você não perder o foco.

E por falar em foco, o segundo passo é criar um cronograma que vai ajudá-lo na realização diária desses objetivos. Definir com data e horário cada um deles é extremamente importante, e de preferência, por ordem de prioridade.

Outra dica é colocar datas para a realização das suas metas. Isso ajuda a entender quanto tempo você precisa se dedicar para realizá-la. Se você precisa fazer o Enem no fim do ano e quer melhorar, por exemplo, na Redação, separe um tempo para estudar e praticar todos os dias.

E com isso, chegamos a última e não menos importante dica: repare sua evolução ao longo das atividades. Como citado, se você deseja melhorar na escrita, entenda sua dificuldade, estude e acompanhe seu progresso.

 

Fonte: https://descomplica.com.br/blog/comunidade/embaixador/como-estabelecer-prioridades-tracar-metas-e-concretiza-las/

Fonte da imagem: https://br.freepik.com/fotos-gratis/plano-de-vista-superior-amarelo-faca-calendario_10351828.htm