Minhas rimas de Cordel

O dia do Cordelista é comemorado em 19 de Novembro, em homenagem a de Leandro Gomes de Barros, um dos maiores cordelistas do Brasil, nascido em 19 de novembro de 1865.

A literatura de cordel é um gênero literário tipicamente brasileiro, marcado pelo ritmo e pela poesia, trazendo consigo a tradição das histórias contadas. De maneira singular, o cordel traduz os costumes da oralidade em seus versos e pode contribuir para o que os pequenos leitores desenvolvam a linguagem, o ritmo e as relações entre escrita e fala. Os cordéis também podem ser declamados, encenados ou lidos de maneira lúdica e divertida.

Os cordéis contam histórias sobre os contos de fadas, folclores, fábulas, lendas, além de histórias típicas e regionais do sertão brasileiro. Com origem nos trovadores medievais, a tradição cordelista cheia de ritmo veio de Portugal. Hoje conhecemos o cordel em suas característica tipicamente brasileiras, originárias do sertão nordestino.

Com muita poesia e encantamento típicos das leituras de cordel, essas produções são ótimas para leitura com bebês e crianças, estimulando a linguagem, dicção e musicalidade, além da ludicidade.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *