Desenvolvimento dos bebês nos primeiros meses de vida

Nos primeiros meses de vida, os bebês, além de lindos, fofos e com incríveis olhos doces, são muito mais espertos do que imaginamos. Algumas pesquisas apontam que eles já nascem com noções básicas sobre língua materna, memória relativamente desenvolvida e são capazes de fazer estimativas numéricas. Além disso, também conseguem identificar expressões faciais nos primeiros dias de vida e, a partir dos sete meses, já tem noções básicas de interações sociais.

Os avanços tecnológicos têm permitido aos especialistas decifrar como os pequenos enxergam o mundo, como interagem com as pessoas e como o cérebro processa toda essa informação.  Através de experimentos, pesquisadores da Universidade Brown (EUA) observaram que a região do córtex pré-frontal tem participação ativa no processo de aprendizagem, já que é ele que trabalha o pensamento complexo, como planejamento e tomada de decisão.

Apesar de os bebês nascerem com um grande potencial, o estímulo é fundamental para o desenvolvimento. Quanto mais estímulos recebem, mais fácil e rápido irão adquirir novas habilidades. Segundo pesquisas, brincadeiras e situações ajudam a aumentar o número de neurônios das crianças pequenas, impulsionando o seu crescimento.

As pesquisas também apontam que o desenvolvimento cerebral, incluindo a percepção sensorial e as habilidades motoras, acontece simultaneamente. Diferentes áreas podem ser ativadas por um mesmo estímulo, ou seja, um som pode estimular não só a audição, mas outros sentidos também. Esse fenômeno é conhecido por sinestesia, que, conforme as áreas cerebrais se especializam, acabamos perdendo essa capacidade. Por isso, os pequenos devem utilizar todo o corpo para explorar o ambiente e conhecer o mundo em que vivem, assim, poderão trabalhar todo o seu potencial.

Para auxiliar os bebês, é importante realizar atividades que englobem todos os sentidos. Depois de completar seis meses, deixe a criança tocar e sentir os alimentos, para reconhecer suas texturas, sabores e cheiros. Objetos com contraste são ótimos para ajudar a identificar o claro e escuro. Aposte em utensílios ou roupas com listas pretas e brancas, ou com cores contrastantes entre si.  A música é um ótimo instrumento para estimular as áreas que processam a linguagem e os sons. Então monte uma playlist e coloque para os pequenos ouvirem. Falar com o bebê durante a gravidez também é fundamental, além de responder aos seus gestos, manter contato visual e reagir à suas tentativas de fala e gesticulações.

Há muitas maneiras de ajudar e estimular o desenvolvimento das crianças, o importante é que haja essa interação e incentivo. Mesmo nascendo muito mais espertos do que pensamos, os pequenos precisam do auxílio e contribuição, para que, com o passar dos anos, possam desenvolver todo o seu potencial.

FONTE: https://revistacrescer.globo.com/Bebes/Desenvolvimento/noticia/2019/02/o-fantastico-mundo-dos-bebes.html

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *